O corante vermelho cochonilha

Por Fabiana Borrego

Outro dia conversando com a minha irmã, nos deparamos com uma informação que eu como nutricionista não tinha ideia que era utilizado, desculpem minha ignorância, então fui atrás de maiores informações para passar com segurança a assunto para vocês.

Já observou e leu atentamente os ingredientes presentes em alguns alimentos, principalmente os de cor vermelha, roxa e rosa?! Pois então, quando ler observe se existe o corante natural carmim cochinilha!

A extração deste corante ocorre através dos corpos das fêmeas secas de cochonilha (Dactylopius coccus Hemiptera), que são pequenos insetos encontrados em espécies arbóreas e arbustivas e devido a sua característica de se fixar com grande facilidade nas proteínas é usado para colorir muitos produtos lácteos e cárneos (embutidos no geral).

O corante é extraído dos corpos das fêmeas antes da época da postura de ovos, dessa forma, o pigmento pode constituir até 22% do seu peso seco. O seu processo de obtenção envolve a extração dos corpos dos insetos secos (estes são coletados manualmente e secos ao sol até 1/3 do peso original), com água quente ou solução alcoólica–aquosa. Após filtração, o líquido é chamado cochonilha. Fornece tonalidades vermelho-claras ou escuras, dependendo do produto alimentício onde é aplicado e da quantidade empregada, para produzir 450 gramas do corante são necessários 70.000 insetos mortos. 

Além de todas as questões curiosas que cercam a história desse corante, o fato é que, ao lado do urucum, da páprica, da cúrcuma e de outros corantes naturais, o carmim eleva sua participação no mercado de pigmentos. Seu consumo aumentou em 30% nos últimos 10 anos.

Muitos vegetarianos não consomem produtos que utilizam esse corante, por ser de origem animal.

Segue lista de alguns produtos que contem o corante:

  • Ades de pêssego, uva e morango
  • Sorvetes da Kibon de framboesa, napolitano e morango
  • Estrogonofe da Parmalat e bebidas lácteas
  • Trakinas de morango
  • Barra de cereais TRIO de morango e chantilly e mousse de goiabada
  • Danoninho
  • Alimento proteíco para atletas
  • Nestlé bebidas lácteas e iogurtes
  • Biscoitos recheados de morango e floresta negra da Duchen
  • Não encontrei nos iogurtes da Danone

Enfim esses foram alguns produtos que eu consegui listar.

Curiosidades a parte, achei meio estranho, mas enfim, ainda na dúvida se vou deixar de consumir esses produtos que contem esse corante natural.

About chefnutri

A ChefNutri é uma empresa de assessoria e consultoria nutricional, que atende restaurantes, confeitarias, parques, industrias alimentícias, food trucks e food parks. O que podemos fazer por você e sua empresa: Auditoria Higiênico-Sanitária Manual de Boas Práticas e POP’s (Procedimentos Operacionais Padronizados) Treinamento de Manipuladores Responsabilidade técnica (Vigilância Sanitária e CRN) Qualificação de fornecedores s Auxilio na Documentação Sanitária Acompanhamento e responsabilidade técnica em eventos e feiras Rotulagem Nutricional Fichas Técnicas Elaboração de Cardápios para escolas Determinação de ShelfLife de produtos alimentícios Para conhecer ainda mais nossos serviços: http://www.chefnutri.com.br Rua dos Pinheiros, 1076 conj 51 Fone: 11 3733-4300
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

3 Responses to O corante vermelho cochonilha

  1. Thanii says:

    Muito interessante! não sabia.. coitados dos bichinhos.

  2. Mas é bem poco Credo inha prof falou e eu tomando danone com cochonila guspi e joguei na hora

  3. guto says:

    Tem também no chocolate Sensação da Nestlé.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s